Acessibilidade Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página Principal > Notícias > Corpo de Fuzileiros Navais comemora o seu 210º aniversário
Início do conteúdo da página

Corpo de Fuzileiros Navais comemora o seu 210º aniversário

Publicado: Quarta, 07 de Março de 2018, 18h34

Rio de Janeiro, 07/03/2018 - O Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais realizou na manhã desta quarta-feira (07), em sua sede na Ilha das Cobras, no Rio de Janeiro, a cerimômia do ducentésimo décimo aniversário do Corpo de Fuzileiros Navais. O ministro da Defesa interino, general Joaquim Silva e Luna, compareceu à solenidade, acompanhado do comandante da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira, e do seu Alto Comando, oficiais superiores, praças, convidados civis e estrangeiros.

"Estamos aqui hoje celebrando os nossos valores, tradições e histórias. O Corpo de Fuzileiros Navais completando 210 anos projeta também o nosso futuro. Uma das tropas mais aguerridas das Forças Armadas e altamente preparada", disse Silva e Luna, ao final do evento.

De acordo com o ministro da Defesa, a Marinha do Brasil tem estado em uma situação de destaque nas missões de Garantia da Lei e da Ordem, também como foi no Haiti, e atualmente, no Líbano. "A maior força das nossas Forças é a nossa gente, a nossa gente fardada e sem farda. É em torno dessa força que nós queremos investir todos os nossos esforços, valorizando sua proteção social, suas capacidades e criando condições para que possam trabalhar com segurança e dignidade, protegendo a si próprio e a sua família", destacou Silva e Luna.

O cabo fuzileiro naval Renan Martins Takiya recebeu das mãos do ministro Silva e Luna o Prêmio Fuzileiro Padrão.

Lida durante a cerimônia, a mensagem do comandante da Marinha ressaltou o emprego da Força Naval em várias situações: "a utilização dos nossos efetivos para GLO constitui-se a face mais visível dessa contribuição. A destacada atuação demonstra, para o povo brasileiro, o estado de prontidão operativa em que se encontram os Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil."

Em outro trecho, o almirante Leal Ferreira fala sobre o propósito da tropa. "Não podemos, entretanto, esquecer a razão precípua para os fuzileiros navais existirem: a defesa da pátria por meio de uma força de caráter expedicionário, indissociável do Poder Naval, em permanente condição de pronto emprego e de projeção de poder", acrescentou o comandante.

O comandante-geral do Corpo de Fuzileiros Navais, almirante Alexandre José Barreto de Mattos, leu a Ordem do Dia para a tropas: "o Corpo de Fuzileiros Navais construiu, nos últimos 210 anos, uma história rica, na qual atuou em diversas questões importantes para a Marinha do Brasil e para o destino do País. Sempre que chamados, confirmamos nosso caráter de prontidão, o qual diz respeito não apenas à capacidade de atender em tempo hábil às solicitações, mas também à plena disposição que cada fuzileiro naval possui, de corpo e alma, para defender os interesses da pátria".

O almirante Alexandre de Mattos lembrou ainda as últimas conquistas da Marinha como a aquisição do navio Ocean e os novos Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf), que serão entregues até o final deste ano.

Medalha Mérito Anfíbio

Um dos pontos altos do aniversário de 210 anos dos fuzileiros navais foi a imposição da Medalha Mérito Anfíbio, que é conferida ao militar da ativa da Marinha do Brasil como reconhecimento aquele que, em exercícios e operações, se destacou pela exemplar dedicação à sua profissão e no aprimoramento de sua condição de combatente anfíbio.

Em seguida, foi a vez da entrega do Prêmio Fuzileiro Padrão. O cabo fuzileiro naval Renan Martins Takiya, da tripulação do navio escola Brasil, recebeu das mãos do ministro Silva e Luna, um diploma por ser escolhido, em processo seletivo, pelo alto padrão moral e profissional ao longo de sua carreira.

A cerimônia de aniversário chegou ao final com um desfile em continência ao ministro da Defesa ao canto da Canção na Vanguarda.

Por Alexandre Gonzaga

Fotos: Alexandre Manfrim
Assessoria de Comunicação
Ministério da Defesa
(61) 3312-4071

registrado em:
Fim do conteúdo da página