Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está em: Página inicial > Exercícios e Operações > Operações conjuntas > Segurança de grandes eventos
Início do conteúdo da página
Exercícios e Operações

Segurança de grandes eventos

Publicado em Sábado, 02 Novembro 2013 22:47 | Última atualização em Quinta, 23 Março 2017 17:48

A realização de grandes eventos no Brasil evidenciou a importância do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA) na coordenação de operações conjuntas envolvendo a Marinha, o Exército e a Aeronáutica. A primeira ação integrada desse porte aconteceu nos Jogos Mundiais Militares, realizados em 2011, no Rio de Janeiro. 

No ano seguinte, o EMCFA liderou o plano de segurança das delegações estrangeiras que vieram ao país para participar da Conferência das Nações Unidas para Desenvolvimento Sustentável (Rio+20). 

Em 2013, as Forças Singulares operaram conjuntamente nas seis cidades-sede da Copa das Confederações da FIFA, atuando na defesa de estruturas estratégicas, do espaço aéreo e marítimo, na segurança cibernética, no controle de explosivos e na prevenção ao terrorismo. 

No mesmo ano, o Estado-Maior Conjunto coordenou a participação de militares das Forças Armadas no esquema de segurança da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), garantindo a integridade dos peregrinos e da comitiva do Papa Francisco, que, além do Rio de Janeiro, visitou a cidade de Aparecida (SP). 

Em nenhum desses eventos foi necessário o emprego excepcional das tropas, na garantia da lei e da ordem, embora os militares estivessem de prontidão para colaborar com a segurança pública em situações de emergência. 

Os últimos desafios de segurança que foram coordenados pelo EMCFA envolveram os dois maiores eventos esportivos no planeta, quando o Brasil recebeu centenas de milhares de visitantes: a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. 

Fim do conteúdo da página